Aberrações

Peixes pastando em rios amarelos, profundos e corredios, em planetas recobertos de ferrugem. Anjos negros sentados em bancos de gelo, tocando canções fúnebres em gaitas rudes. Meninos recém-nascidos, velhos de alma, moribundos; choram famintos abandonados nos jardins dominados pelo verde musgo do desleixo. Mulheres vestidas de armadura, cujo elmo não permite mostrar esgares de medo … Continue lendo Aberrações

O trem da vida

A vida pode ser comparada a uma viagem de trem, com muitos embarques e desembarques, surpresas agradáveis, outras nem tanto. Com chuva, calor e frio, vento na cara, esperança de desembarcar melhor do que o embarque. Durante a nossa existência, ou melhor, durante nossa viagem, encontramos muita gente pelo caminho. Umas ficam outras simplesmente passam … Continue lendo O trem da vida