Guerra de borrachas na classe

A professora saiu da sala por alguns instantes para buscar algo na sala dos professores, e eu sorrateiramente joguei a minha borracha no meu colega ao lado, ele virou para mim e a jogou de volta, eu abaixei e borracha acertou no colega do outro lado, que também revidou. Em alguns instantes metade da sala … Continue lendo Guerra de borrachas na classe

O tio Toni

Descobri o que meu tio Toni, na verdade se chamava Artur! Isso mesmo durante toda vida este meu tio foi chamado de Toni, mas o seu nome verdadeiro era Artur. Descobrimos isso após a sua morte, quando os meus tios insistiam em sepultar o Antônio, até que se deram conta que nos documentos constava Artur. … Continue lendo O tio Toni

Coisas que fiz – publicada originalmente em 28/08/2008

Já roubei flor de um jardim para dar para minha namorada, também roubei beijo! Já pisei em poças d’água da chuva e molhei os amigos Já fiz guerra de travesseiros com minha irmã e acabamos brigando de verdade Já tive sonhei ser cantor, piloto de avião, mágico, bombeiro, hoje sou feliz como humano Já confundi … Continue lendo Coisas que fiz – publicada originalmente em 28/08/2008

O carteiro da minha rua

O carteiro da minha rua chamava-se Valter Alito, e por toda a minha infância eu o vi diariamente subindo ou descendo a rua de terra em que morávamos. As rajadas de vento fazia levantar nuvens negras de um pó fino e pegajoso, que travava a garganta, e quando chovia a rua desaparecia em um imenso … Continue lendo O carteiro da minha rua

Campinho de terra preta

O campinho de terra preta da minha rua, por alguns anos, foi palco de animadas partidas de futebol, e talvez esta tenha sido a melhor época da minha vida. Jogávamos futebol todos os dias no campinho de traves tortas e desproporcionais, feitas pelo Sr. Bento cujos dotes certamente passavam longe da carpintaria. Durante a semana … Continue lendo Campinho de terra preta

Matinês aos domingos

Cresci em um bairro da zona norte de São Paulo, que embora pequeno, tinha três cinemas, o Cine Aparecida, o Valparaíso e o Cine Coliseu, que ficava a poucas quadras de minha casa. Como eram divertidas as matinês do Cine Coliseu, que além de enorme, tinha uma programação diversificada. Todos os domingos, na matinê que … Continue lendo Matinês aos domingos