Quanto vale a virgindade de Ingrid?

Ingrid, aos vinte anos, mudou de nome para Catarina, e decidiu vender a sua virgindade. Não estipulou preço, confiante nos seus dotes femininos, permitiu que os interessados fizessem seus lances, prometendo entregá-la pela melhor oferta. O pior, ou melhor, da história é que apareceram interessados, e após um longo leilão Natsu foi declarado vencedor, ou … Continue lendo Quanto vale a virgindade de Ingrid?

Parque Trianon

Naquela manhã de fevereiro o sol já brilhava com fúria. Com a disciplina das formigas as pessoas caminhavam a passos largos e apressados pela mais paulista das avenidas. Centena de vezes havia passado na frente daquele parque, mas nunca tive a tentação de parar. Naquele dia, depois de hesitar um pouco, decidi entrar. Logo na … Continue lendo Parque Trianon

Juventude

A juventude não tem começo, meio e fim. Creio ser impossível determinar o que seria o fim da juventude e o inicio da velhice. O queimor da sensualidade, o viço da pele, o negrume dos cabelos, a primeira vista, ressaltam a imagem da juventude, mas associá-la unicamente a cronologia do tempo é um equivoco, dado … Continue lendo Juventude

Crepúsculo

A velhice não pode ser vista como um barco que desgovernado vai ao encontro do rochedo em meio à tempestade da vida. A palavra velhice tem conotação de decadência o que não faz o menor sentido para o ser humano, dado que envelhecemos desde o primeiro dia de vida. Mas o fato é que vivemos … Continue lendo Crepúsculo