O tio Toni

Descobri o que meu tio Toni, na verdade se chamava Artur! Isso mesmo durante toda vida este meu tio foi chamado de Toni, mas o seu nome verdadeiro era Artur. Descobrimos isso após a sua morte, quando os meus tios insistiam em sepultar o Antônio, até que se deram conta que nos documentos constava Artur. … Continue lendo O tio Toni

No céu de lusco-fusco

De natureza fugidia, desde muito cedo, o sol brilha com fúria e, no final de sua jornada diária, o amarelo cítrico vai cedendo espaço ao vermelho intenso, que sobriamente se transforma em violeta para rapidamente se reduzir ao nada. À medida que a luz do sol vai perdendo força no tornassol horizonte, calam-se as palavras … Continue lendo No céu de lusco-fusco

Meu primeiro baile

Vivíamos o final da ditadura militar, quando um amigo da minha rua veio com a ideia de organizar um baile. A molecada, meio sem saber bem do que se tratava, ficou ouriçada e deu inicio a preparação. Primeiro teríamos que definir o lugar, que depois de muita discussão chegamos a conclusão que a garagem de … Continue lendo Meu primeiro baile

Meu Pai

Era baixinho, e muito valente. Esta é a lembrança mais marcante que tenho do meu pai, durante a minha infância. Muito severo era a referência da família, especialmente para a minha mãe, quando em tom de ameaça, exclamava: vou contar tudo para o seu pai. A mensagem era imediatamente entendida, afinal era ele a autoridade … Continue lendo Meu Pai

Meu cachorro completou 70 anos

Dizem que cada ano vivido pelos cachorros equivale a sete anos de vida dos humanos, talvez seja mesmo verdade, pois os cachorros raramente vivem mais de 15 anos. O Symba, meu cão, completa hoje 10 anos de vida, ou 70 anos equivalentes aos humanos. Pelos brancos já abundam em seu focinho comprido. Este cão, um … Continue lendo Meu cachorro completou 70 anos